sexta-feira, 3 de abril de 2009

Spider-man

Para quem mora em edifícios, em andares mais altos e pensa que está seguro para dormir com janelas abertas, fiquem espertos:

Em dezembro, dois dias antes do Natal, eu levantei às 5h00 da manhã para amamentar meu filho. Como sempre fazia, peguei o pacotinho e fui até a sala, cujo “blecaute/black-out” da janela eu sempre deixava aberto e fechava apenas a cortina fininha (desta forma eu não precisava acender nenhuma luz, pois a iluminação da rua era o suficiente para eu enxergar o necessário, assim, meio na penumbra eu não corria o risco do pequeno despertar muito e resolver ficar acordado o resto da noite).
Quando eu coloquei o pé na sala, com o pacotinho no colo, dei de cara com um indivíduo de boné e mochila nas costas tentando abrir a porta da minha sacada.
Detalhe: eu moro no quinto andar!!!
Nesta mesma madrugada ele já havia entrado em dois apartamentos, um no terceiro e outro no quarto andar. E, com as pessoas dormindo dentro de casa, ele levou notebooks, celulares, carteiras (minto, ele levou apenas o dinheiro das carteiras , foi bacana de não levar os documentos juntos, poupou um trabalhão aos sonolentos moradores).
Eu tomei o maior susto da minha vida, pois eu costumava deixar sempre a porta da sacada apenas encostada, nunca trancada, dormia de janelas abertas comumente. Naquela noite, felizmente, foi meu marido quem fechou a porta e a trancou. Caso contrário eu poderia até ter trombado com aquele indivíduo na minha sala.

Por que estou contando isso somente agora?
1. Porque, dias atrás, a zeladora do prédio ligou para minha faxineira que ligou para minha mãe que ligou para mim para assistir a um programa desses policiais na hora do almoço, pois prenderam o “homem-aranha” (é assim que ele ficou conhecido aqui em Curitiba). Lá fui eu toda empolgada para frente da TV ver a cara do malandro-safado-sem-vergonha que me deu o maior susto de minha vida e me roubou noites preciosas de sono (foram quase 3 meses sem conseguir dormir direito com medo de ter alguém dentro da minha casa comigo tendo que levantar a cada hora para ver o Guilherme no quarto dele, e o medo de fazerem algum mal para ele?!). Quando eu já não tinha mais estômago para assistir ao programa sanguinolento (como tem desgraça nesses noticiários, pelamor!) eis que surge a matéria a respeito do tal homem-aranha.
Quando eu já não tinha mais estômago para assistir ao programa sanguinolento (como tem desgraça nesses noticiários, pelamor!) eis que surge a matéria a respeito do tal homem-aranha. Tchan-tchan-tchan-tchan.... apareceu a cara do monstrengo... e... não era ele! Ou seja, moçada, tranquem suas janelas e portas-janelas... a nova modalidade de assalto em residências já está "na moda" e tem vários adeptos.

2. Porque agora eu já consigo dormir tranqüila (logicamente com uma pantográfica + 2 big cadeados na porta da sacada, todas as janelas fechadas e a porta da área de serviço trancada, pois tenho medo que ele suba pelo cabo do pára-raios que fica ao alcance da janela da área de serviço).

3. E porque neste final de semana foi lá em casa um casal de amigos que tem um comércio num bairro próximo ao meu e estávamos contando a história do home-aranha pra eles quando o amigo perguntou: “Não foi aquele que tem um Tipo bordô ?” (Sim, torcida brasileira, ele vai de carro até o prédio e deixa o carro estacionado na frente para facilitar a vida dele). Resumindo o babado: todo mundo sabe que o cara costuma visitar apartamentos altos durante a madrugada, a polícia vai lá e prende o tal por uma semana ou duas e depois o solta novamente para que ele volte a nos visitar... Affe!!!

O spider-man-do-mal está livre, enquanto isso eu e minha família nos trancamos em casa, como se estivéssemos num presídio!!!

3 comentários:

Re disse...

Que medo!!!!!!!!
Eu sempre tranquei a porta para dormir, mas as janelas nunca pensei, pois moro no 7º andar... Mas vou começar a repensar....rs Que MEDO!!!!
beijos Re
Qualquer coisa, taca inseticida, aramnha morre com veneno, né?

Cláudia disse...

Gente...
a vida toda eu deixei varanda destrancada. Como é que a gente vai imaginar que alguém vai subir até o quinto andar?
Sobe por onde? ninguém vê? como assim?
Credo, eu também ia ficar paranóica.
beijo

P. IZABELA disse...

Vi uma reportagem no início do ano sobre um bandido aranha, mas em SP.