segunda-feira, 20 de julho de 2009

Apelando...

A gente apela para qualquer coisa para tentar fazer um filho dormir durante a noite!!!!
Mesmo não acreditando que o método vai funcionar plenamente. Mas disciplina, rotina e canja de galinha não fazem mal a ninguém né?
Será que sai muito caro trazê-la para minha casa para ensinar o Gui a dormir???
Sério, a situação tá difícil, as pessoas me dizem "oi" e eu digo "tchau", o telefone sem fio foi encontrado na geladeira, morrendo de frio, pego minhas impressões na impressora que fica na mesa ao lado e dois minutos depois me pergunto por que ela não imprimiu os documentos que mandei, a máquina de lavar está tendo que fazer milagres para limpar a roupa, pois eu não lembro mais de colocar sabão e amaciante...
Será que tenho chances de voltar a ser levemente normal?

6 comentários:

Renatinha disse...

Ai, ai, ai... estou estes dias curtindo minha afilhada e vendo de perto o que vc quer dizer com isso... rs
Gui, deixa a mamy dormir! Vem brincar com minha Titiquinha pelas noitadas a fora... rs
Anna, será que ele leva jeito para a boemia?
beijos
Re

ANNA disse...

Temo que sim, Re!!!
beijos

Cláudia disse...

Anna, a Isabela dormia superbem a noite toda, mas fazia um escandalo para adormecer, pelo simples fato de que ela nao queria dormir. Penso que eles acham que ha tanto para ver, e fazer, e descobrir que nao querem pregar o olho.
Quando a coisa ficava muito feia, ou quando eu vinha de uma festa, e ela estava muito excitada, lançava mão de dica de bisavó: enchia a banheirinha dela de água quentinha e colocava uma tampinha de alcool e petalas de rosas brancas. Nao sei o que funcionava ali exatamente, mas ela ficava mais relaxada e se permitia adormecer. Ou chazinho de alface, de maracuja, de camomila. Se pensar bem, o mundo é muito cheio de estimulos para os bebes e nem sempre eles conseguem processar tanta informaçao.
Outra dica me foi dada por um pediatra homeopatico: massagear levemente a testa, entre os olhos. A massagem entre os olhos, ali onde começa o pauzinho no nariz, faz com que se tenha vontade de fechar os olhos. Funcionava bem, mas parou de funcionar quando Bela sacou que era uma tática que eu usava pra ela dormir e mal eu colocava o dedo ali ela já dava uns tapinhas na minha mão pra eu tirar.
No frio, Bela adormecia no meu colo, e assim que eu a colocava no berço ela acordava. Descobrimos, eu e o pai dela, que se passassemos a ferro o local onde ela ia deitar, ela saía do quentinho do colo pro quentinho do colchão e nao notava a diferença. Quem poderia imaginar?
Nao acho que um livro vai te ensinar a fazer o Guilherme dormir. Voce mesma vai encontrar o que o acalma e o deixa confortavel. Muitas vezes é uma questão de tempo, ou algo muito pequeno, ou talvez ele esteja gastando pouca energia durante o dia, ficando muito no carrinho, por exemplo. Enfim, eu defendo a tese de que ninguém conhece melhor o proprio filho do que seus pais.
beijo e boa sorte!

ANNA disse...

Clau,
Eu tb não acredito que o livro vá resolver esses problemas de sono dele... Mas há informações muito boas no livro e por isso estou lendo sempre que tenho um tempinho.
Não é daqueles livros que dizem que a solução para os problemas de sono do bebê é deixá-los chorando no berço, que assim eles aprendem, com esses eu nem perco tempo.
O Gui, quando está no horário certo de dormir, adormece rapidinho, às vezes é só encostar em mim e já dorme, outras vezes eu preciso dançar umas duas músicas com ele... O problema são as interrupções do sono durante a noite, ele acorda de 6 a 8 vezes toda noite, e não é nem para mamar (eu que, na tentativa de fazê-lo dormir por mais tempo, comecei a amamentá-lo quando acordava, mas já consegui tirar essa mania tb). Ele acorda, chora, eu vou fico ao lado dele um pouquinho, às vezes preciso pegar no colo e ele volta a dormir em torno de 5 minutos. Eu vejo que ele quer dormir, não quer ficar acordado, ele luta para dormir! Já tentei chá de tudo, banho com camomila, colocar a roupa do avesso, mais roupa, menos roupa, com abajur, sem abajur...
Como aqui é muito frio, eu forro o colchãozinho dele com um cobertor para que ele fique mais quentinho.
Durante o dia ele dorme muito pouco, passa a maior parte do tempo brincando num colchão no chão, para que possa se movimentar e gastar energia, mas nem assim ele dorme bem a noite.
às vezes eu acho que é só malandragem dele, de querer que eu esteja por perto (pq quando é o pai que vai atendê-lo no meio da noite, ele chora ainda mais e não adormece enquanto eu não vou até lá). Mas já tentei colocá-lo para dormir comigo e ainda assim ele acorda, então acho que é algum problema de sono mesmo e não malandragem.
MAs vou tentando, Clau... Quem sabe, numa dessas eu acerto!
Beijo
urbAnna

tesco disse...

Tente cantarolar (solfejar?) o 1º movimento da sétima sinfonia de Beethoven. Com dois dos meus funcionava. Eu quase dormia primairo. _Beijos.

Cláudia disse...

Cada uma né? e a gente implorando pra dormir um estirão sem interrupções, e eles que podem...
Boa sorte pra descobrir o que o perturba, e a voce por tabela!
beijo