quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Classificação

Com a experiência de 6 anos (quase 7) trabalhando na mesma área da construção civil, com o mesmo perfil de clientela, tem algumas coisas que eu só preciso de um primeiro contato com o cliente para ter a certeza do que vai acontecer no período entre fechamento de contrato e entrega das chaves do apartamento.
São algumas figurinhas carimbadas que se dividem basicamente em "6" classes:
- Classe 1: os clientes "gente-boa" - aqueles que compraram um apartamento com certo sacrifício, ou depois de muito economizar, não têm muita grana para personalização do apartamento, sabem disso, não querem parecer o contrário, solicitam modificações já sabendo se vão poder pagar ou não por elas, ou se não sabem, são honestos em perguntar pelo menos a média de preço, dependendo do valor eles nem pedem alteração de projeto e orçamento, nos poupando um trabalhão e sempre saem satisfeitos.
- Classe 2: os clientes da "ilha da fantasia" - estes vão financiar praticamente todo o apartamento, não tem grana para personalização, não sabem disso, ou se sabem, querem parecer justamente o contrário, pedem um milhão de modificações onerosas, querem trocar todos os acabamentos por acabamentos de padrão ou design SUPERIOR (e nem sabem o que é superior) perdem todos os prazos de personalização, alteram o projeto umas 10 vezes, me obrigando a fazer uns 10 orçamentos e desde o primeiro contato com eles eu posso apostar o meu filho, não, o filho não, mas posso apostar o meu marido como eles não vão aprovar NENHUM orçamento e o apartamento vai acabar ficando padrão depois de eu ter perdido horas, horas e mais horas trabalhando nos projetos e orçamentos que nunca serão aprovados. No final, eles saem insatisfeitos.
- Classe 3: os clientes "bam-bam-bam" - estes têm muita grana, sabem disso, mas não querem mostrar para vc que têm, modificam o apartamento todo, choram na hora de aprovar os orçamentos, mas aprovam, são objetivos (com exceções), e saem felizes e satisfeitos.
- Classe 4: os clientes "bam-bum-bum" - têm muita grana, sabem disso, fazem questão de que vc saiba também, pedem modificações impossíveis de serem realizadas, ficam possessos quando vc não aprova o projeto que o arquiteto estrelinha dele fez, vc faz malabarismos para conseguir viabilizar pelo menos parte do projeto de modificação, ouve grosserias (porque eles sempre são mal educados), ouve o preço que ele pagou no carro importado pelo menos umas 2 vezes por reunião, vc sabe que ele comprou o apartamento errado, pq ele precisava de duas vezes mais espaço, mais luxo, mais ostentação para ele poder mostrar para todo mundo que tem dinheiro, e como ele não vai conseguir isso tudo em um apartamento de 120m². vai sair insatisfeito SEMPRE.
- Classe 5: as clientes-arquitetas (sim, quase sempre são mulheres, os arquitetos homens normalmente tem um pouco mais de bom senso) - como são da área, querem modificar tudo, já vêm como projeto pronto, mas eu sempre tenho que refazer tudo porque o projeto nunca tem as informações necessárias para a execução, apenas para decoração. Elas especificam os acabamentos, fazem os quantitativos, compram todos os acabamentos e quando vc liga para dizer que faltou revestimento (pq a quantidade comprada não era suficiente nem para cobrir o piso, quanto mais para suprir os recortes necessários) elas ainda dizem assim "Mas não pode ter faltado, fui eu mesma que calculei"- Bingo! Parece que vc não sabe calcular, meu bem!
- Classe 6: e a pior de todas - os clientes-advogados - sobre esta classe eu prefiro não comentar! Vai que algum lê e resolve entrar com um processo contra mim.

6 comentários:

Virgínia disse...

hohoho Que maldade! Os advogados só são um pouco mais exigentes!" heheheheeheh

UrbAnna disse...

Oi Virgínia,
Não é bem isso não...
O que eu não gosto nos clientes advogados (e não são todos, claro) 1) é que eles sempre fazem questão de dizer que são advogados (acho que na tentativa de intimidar),
2) Qualquer coisinha besta que acontece um pouquinho diferente do que ELES acham correto eles vêm como jargão "Acho que vou ter que acionar judicialmente a construtora", e nem pensam que os projetos são todos aprovados por órgãos competentes, que passam por um crivo considerável antes da construtora receber o alvará de execução, e que existem um série de normas da ABNT que nos amparam, pois como construtora séria que somos nao damos um passo fora da linha e temos uma equipe inteira de advogados nos orientando.
Mas o pior de tudo na minha opinião é o que se segue a essa ameaça de ação judicial:
3)"Ou nós podemos tentar resolver isso de forma amigável, fazendo um acordo" e é aí nesse ponto que eles tentam conseguir algumas coisas adicionais, ou na faixa, às custas da construtora.
Só que eu não caio mais nessa, se existe um problema de fato eu vou lá e soluciono, porque esse acordo amigável vai viver eternamente em negociação, não tem fim!
Mas eu não generalizo, tenho amigos advogados que são ótimos!
Mas eu não indico apartamento da minha construtora para eles comprarem, claro! Hahahahaha Brincadeira! Já tive clientes ótimos mesmo sendo advogado. Eu esqueci de mencionar que uma classe tão ruim de trabalahr quanto a dos clientes advogados é a classe dos clientes engenheiros... Putz, estes costumam ser bem difíceis tb!

beijo

Daniel Ribeiro disse...

Anna, não interessa a profissão, todos que lidam com "clientes" pagam seus pecados em parcelas dolorosas e parece que são infinitas.

Me identifiquei com alguns "perfis" de clientes que você tem e que eu, publicitário, ou publiciotário, tenho:

TODOS são publicitários, todos querem negociar o valor antes de fechar e todos querem negociar depois de fechado.E todos entendem TUDO de marketing.

TODOS acham que sabem o que precisa ser feito e que você não está fazendo nada demais, que qualquer debilmental poderia fazer.

Qualquer valor que você cobrar vai parecer uma fortuna e ele, o cliente, sempre vai querer provar por A+B que por qualquer 1/5 do que você cobrou é possível SIM fazer o trabalho, afinal, ele conhece um filho de não sei quem que "entende de computador" e pode fazer a mesma coisa por 10 x mais barato do que você está cobrando.

Solução: Ganhar na mega sena acumulada e virar cliente..rs.

Bjus

Karlinha disse...

HAhahah!
Eu também lido com vários tipos de clientes e é isso aí mesmo...vc vai traçando os perfis!

Hein, passava por aqui e me lembrei de voltar. Eu era o Pianosivalontano.

Bj!

オテモヤン disse...

オナニー
逆援助
SEX
フェラチオ
ソープ
逆援助
出張ホスト
手コキ
おっぱい
フェラチオ
中出し
セックス
デリヘル
包茎
逆援
性欲

Cláudia disse...

Não vou mencionar aqui minhas agruras ao lidar com agências de publicidade ou de promoção de eventos, que colocam um bando de estagiários para tocar os projetos que não têm nenhuma noção de realidade...

E, como cliente de construtora, me encaixo na categoria "assim tá ótimo, nem notei este azulejo partido, mas o armário vai ficar por cima mesmo e toda a grana que eu tinha era pra comprar o imóvel então deixa esse azulejo roxo batata aí mesmo" e fico tão feliz por ter comprado o apartamento que nem reparo no resto das coisas e muito menos tenho grana para personalizar o que quer que seja!

beijo