sexta-feira, 20 de março de 2009

Ser ou não ser?

Já tinham me dito que ser mãe é difícil.
E não mentiram!

Não bastasse as cólicas dos bebês, as noites mal dormidas, as mamadas noturnas intermináveis quando o que vc mais quer é dormir um pouco, o refluxo, as vacinas que dão reação, a falta de tempo para si, o fato de ter que se desdobrar em 3 para conseguir dar conta de trabalho, filho, marido, supermercado...

Não bastasse tudo isso, para mim o mais difícil ainda é chegar num comum acordo das opiniões médicas e das palpiteiras de plantão.

O Guilherme teve muita cólica no terceiro mês, no quarto ele teve refluxo, e agora no quinto mês ele simplesmente não consegue dormir a noite, se bate a noite inteirinha e acorda de meia em meia hora, quando não em intervalos menores.

Já levei em 3 pediatras diferentes.
1) O pediatra oficial dele, que é o pediatra da família;
2) Uma gastro-pediatra, porque eu cheguei a pensar que ele teria intolerância a lactose de tanto que chorava depois de mamar, mas era só refluxo;
3) Por último, mas não menos importante, uma pediatra homeopata. Porque há tempos eu queria tratá-lo com homeopatia, e agora com a historia de não dormir achei a oportunidade que precisava.

Aí olha o festival de opiniões diversas...

Pediatra 1: Pode começar com frutas e suco de laranja lima (ele tinha 3 meses nessa época), e assim que ele adaptar com a colher pode começar sopa de legumes com uma carne;

Pediatra 2 (a gastro - na mesma época do pedriatra 1 acima): Por causa do refluxo a gente vai começar com frutas no 4° mês. Não, não pode começar antes, ele é muito novinho. Não, suco nem pensar, pode piorar o refluxo. Sopa só no quinto mês.

Pediatra 3 (homeopata - há uma semana): Retira toda a alimentação mista dele, nem fruta, nem sopa e nem suco. Ele vai somente no leite até o sexto mês. O organismo dele não está preparado para receber alimentação mista antes do sexto mês, muito menos ele que nasceu prematuro.

Sem falar nas opiniões de tias, vizinhas, avós, etc.

Agora, será que adianta eu pedir ajuda aos universitários? Em quem eu acredito?
Não tem um manualzinho aí que eu possa consultar não?

3 comentários:

Re disse...

Xiiiii,
Que difícil.
Eu fico com o homeopata.
Meu avô era homeopata, e sobrevivi....rs
beijos para o Guilherme.
Re

Cláudia disse...

Anna
escolha um, somente um, e siga aquele que você tem mais afinidade.
Mas, acima de tudo, confia no teu instinto e na tua capacidade de observação: você é mãe dele, e conhece o comportamento em minúncias que médico algum, por mais competente que seja, vai saber.
beijo e boa sorte, logo ele cresce, a barriguinha amadurece e tudo isso passa.

ANNA disse...

Re,
Fiquei com a homeopata.

Clau,
Vc está certa, de nada adianta ficar levando em vários, desta forma a incongruência só vai aumentar!

Beijos