terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Curtas

1º dia de aula
Minha sobrinha de 3 aninhos enfrentou ontem o seu primeiro dia de escola.
A mãe a vestiu com o uniforme azul novinho em folha, prendeu aquele cabelinho louríssimo fazendo "maria-chiquinha", colocou a mochilinha dela nas costas, olhou naqueles grandes olhos azuis e disse:
- Filha! A mamãe está tão feliz por você estar indo para a escola!!!
- É mãe?
- Sim, muuuuito feliz!
- Eu não!

Desespero pouco é bobagem
O trabalho aqui na construtora só aumenta, atendo telefonemas, respondo e-mails, faço outros telefonemas, monto orçamentos, acompanho obras e dirijo pela cidade com o celular preso entre o ombro e a orelha resolvendo problemas de clientes, funcionários e fornecedores. Ontem então foi um caos! Muito trabalho, muitos problemas e pouco tempo até para ir ao banheiro.
Fui para a casa já depois das oito da noite, tomei banho, fiz um sanduíche, ganhei massagem do marido e dormi... Dormi e sonhei...
Sonhei que estava no escritório e saía da minha sala para ir ao banheiro, porém, quando estava chegando perto do banheiro fiquei presa no meio de uma multidão que avançava da recepção para cima de mim. Eu tentava escapar de qualquer jeito, mas para onde eu virava tinha um cliente me pedindo orçamento, outro reclamando do preço, outro solicitando novas alterações, um mandando quebrar uma parede, outro querendo construir outra, um querendo escada de aço, outro de concreto, tinha o mestre de uma obra pedindo definições sobre os revestimentos, o mestre da outra obra querendo saber do forro de gesso e finalmente quando eu achei uma saída e já estava quase escapando de todos e chegando ao banheiro o auditor da ISO entrou na minha frente e eu acordei. Levantei da cama com dor de cabeça, cansada, com dor nas costas...
O marido acorda também e pergunta:
- Dormiu bem, amor?
- Dormi. Até sonhei.
- Que bom, se sonhou é porque minha massagem funcionou e você relaxou um pouco.
- É... Só que eu sonhei que a construtora havia sido invadida por clientes enlouquecidos.

19 comentários:

Re disse...

hahahahh é horrível dormir e continuar trabalhando... direto faço isso. O pior é que parece que não dormimos, não descansamos.... aí vem o stress.
Tadinho do maridão, crente que ajudou.... hahahah
bjs
Re

tesco disse...

Ei, Anninha, essa sobrinha não é aquela que nasceu um dia desses? Já tem três anos? Caramba, como eu fico velho rápido!
Já faz muito tempo que não sonho com o trabalho, pelo menos 20 anos. Em compensação de vez em quando sonho com a universidade, que não frequento há 29 anos! Argh!
Beijos.

ANNA disse...

Re,
Nem me fale! Imagina se eu acordei bem descansada?
O marido bem que tentou viu, tadinho!

Tesco,
É, a sobrinha é aquela que nasceu esses dias mesmo... Como é que pode, né? Três aninhos já!
Eu bem que gostaria de sonhar com a universidade, viu!!! Bem mais light que o trabalho!!!

Sandra disse...

Eu sou normal! Eu sou nomal!!! Ou nós duas somos duas workaholics irrecuperáveis! rsss

Beijos

ANNA disse...

San, querida...
Vc tb tem esses pesadelos?
Ufa! Não estou sozinha!
Beijo

Re disse...

Anna,
vamos agitar o blog?
rsrsrsr
bjs
Re

MH disse...

HAHAHAHAHAHHA
A criancinha foi fantastica, honesta.
So faltou dizer
- ta feliz mãe, vai no meu lugar rsrsrsrsrs

Qto a essa massagem...to fora.

sumiu?

ANNA disse...

Re e MH,
Estou muito em falta aqui com o blog, mas o trabalho é tanto que não estou conseguindo nem acessar os blogs que gosto, como o de vcs! Parar aqui para escrever, então tá impossível.
Vou tentar melhor, prometo.
Beijo

Sandra disse...

toc, toc, toc.. Alguém em casa???

MH disse...

aff..sumiu...

Ana Téjo disse...

Anna,
Feliz da vida por você, querida.
De verdade.

Cláudia disse...

Vi no Pensatriz que você está grávida!!!
Parabéns!!! Tudo de muito bom para o seu bebezinho e para vocês, pais.
Que delícia!
beijo

Re disse...

O que? Grávida?
Pode escrever um post sobre isso AGORA!
Fiquei curiosa!
beijos
beijos
Re

Dedinhos Nervosos disse...

ahahhaahaha
Uma vez, quando estava lotada de trabalhos na agência e levando textos pra finalizar em casa, eu tive um pesadelo horrivel. Sonhei que EU é que tinha que apresentar a criação pro cliente e ele detestou. Me esculhambou porque não tinha ficado pronto. Levantei correndo da cama, tomei banho, coloquei a roupa. Aí, encontrei com minha avó no corredor perguntando aonda ia aquela hora da manhã de sábado. SÁBADO??? uffffff

david santos disse...

Olá!
Vida feliz para si e para os seus. Nada de stress.
Os que nos rodeiam merecem mais a nossa consideração do que todos os stress`s do mundo.
Stress`s: rua!
Parabéns pelo post e pela forma como partilhas os teus “problemas” connosco.
Abraços

Yvonne disse...

Anna minha linda,

Estou tomando a liberdade de enviar um comentário padrão para todos os blogs que eu amo de paixão. O motivo é que resolvi encerrar o meu blog por motivos pessoais. Não tenho mais condições de participar da blogosfera do jeito que eu gosto, mas não vou ficar para todo sempre distante. Por favor, leia o meu último post que explica a minha razão.

Beijocas

Yvonne

MH disse...

Tem alguemmmmm ai ai ai ai ai?

Re disse...

Anna, obrigada pelo carinho.....
como está seu baby? já sabe se é menino ou menina?
beijos
Re

Dedinhos Nervosos disse...

Dia desses eu levantei correndo, no maior desespero no sábado. Quando já arrumava meu pão dormido pra comer, aparece mamãe:
- Aonde vc vai?
- Trabalhar, né? - resmuguei.
- Sábado?
- ...